Vamos caminhar juntos ?

Sejamos eternas crianças

 Nossos e-books são criados numa linguagem de fácil leitura e acessível a qualquer leitor. Basta de compêndios de gramática enfadonhos e monólogos que ditam regras e mais regras da gramática enquanto você quase dorme na carteira. Criemos uma forma diferente de aprendizado. A escola do século XIX está falida. Tome uma atitude e volte a se expressar com prazer na escrita. 

Quebremos primeiro o preconceito etário

 

Não será possível aprendermos se mantivermos a crença limitante de que,com a idade, nosso cérebro deixa de fazer as sinapses devidas nos neurônios e que nossa mente não assimila com facilidade regras e fórmnulas. Isto é mito. A PNL, a Epigenética  e a Neurociência estão aí para provarem o contrário.

Sobre nós

 Nossos e-books são criados numa linguagem de fácil leitura e acessível a qualquer leitor. Basta de compêndios de gramática enfadonhos e monólogos que ditam regras e mais regras da gramática enquanto você quase dorme na carteira. Criemos uma forma diferente de aprendizado. A escola do século XIX está falida. Tome uma atitude e volte a se expressar com prazer na escrita. 

Apresentando o projeto

Detalhando os serviços deste site

Nosso conteúdo constitui-se de produções de textos de minha autoria e textos de outros autores que abordem assuntos relacionados à  Língua Portuguesa  de maneira suave, leve, agradável.

Próximos Eventos

Sempre que nós disponibilizarmos um e-book para compra, disponibilizaremos , também,  um e-book brinde para que sejam feitos os devidos downloads. Os próximos e-books já estão em fase final e serão publicados ainda neste mês de agosto/2017. Aguardem !!!! 

Outras mídias disponíveis na rede

Quando você tiver um tempo disponível, visite nossa página no Facebook (Português sem Sofrimento) e conheça um pouco mais do  meu trabalho na tentativa de fazer da Língua Portuguesa algo prazeroso de ser lido, sem pressa, sem grande extensão e em pouco tempo.

 



Leiamos este texto que consagra a variação linguística de uma forma bastante direta:

O ensino de Língua Portuguesa e a variação linguística

Discussões cada vez mais presentes sobre o ensino de língua portuguesa no Brasil têm trazido à tona a necessidade de conhecer e respeitar tanto as variedades sociais quanto as regionais do aluno

13 de março de 2017 Isadora Couto  0 Comentário

Texto Edmilson José de Sá | Adaptação Isadora Couto | Foto Shutterstock   A descrição linguística nos veios fonéticos, semântico-lexicais e morfossintáticos é essencial para que se tenha um retrato fiel da língua portuguesa falada e escrita no Brasil. Quando são estudados os falares regionais, especialmente nos estados nordestinos, e concernente às discussões sobre Dialetologia e Sociolinguística, brota sempre a tese que busca refletir sobre o tipo de variação encontrada, se essa variação é regional, dialetal ou se ocorre por interferência de elementos sociais. Normalmente, o método utilizado para o ensino de Língua Portuguesa no Brasil não considera, particularmente, as variedades linguísticas, sejam de caráter regional, sejam de caráter social. O que se percebe é que tais variações são consideradas como erros do aluno, sendo, portanto, alvos de preconceitos e estigmas, fato que inibe a sua utilização em sala e, até mesmo, ocorre a omissão das mesmas nos livros didáticos, o que parece refletir no desconhecimento do docente quanto à importância da variação linguística para o ensino-aprendizagem da língua materna.  A língua, então, parece ser homogênea, mas, ao mesmo tempo, se compõe de elementos heterogêneos constituintes da sua estrutura real.  Por isso, a existência da variedade na língua não deve ser algo excluído da sala de aula. Deste modo, teóricos têm mostrado em seus estudos cada vez mais avançados o quão útil o conhecimento da variação pode auxiliar a aprofundar as descrições e análises linguísticas. Se ocorrer o contrário, o ensino da Língua Portuguesa tende se tornar mais complicado e, pelo continuum, mais atrasado.  Quando se fala na já pública “crise do ensino-aprendizagem da Língua Portuguesa”, algumas razões vêm à tona para que ela ocorra, dentre as quais a simples memorização de itens gramaticais. Para contornar essa ‘crise’, torna-se conveniente o uso de uma metodologia apropriada de modo a respeitar o padrão que o aluno detém como oriundo de sua comunidade de fala, mas, ao mesmo tempo, conscientizá-lo da melhor forma de entender a variedade culta da língua materna.


 ***Adaptado do Artigo: “Ensino de Língua Portuguesa e a variação Línguística Sociodialetal”   



Revista Conhecimento Prático Língua Portuguesa | Ed. 57  


Vale a pena ler outros que não sejamos nós




 A arte de ler:     

“Para escrever com técnica, um autor precisa criar um método de leitura. A primeira metade do trabalho do escritor é a leitura. Ninguém é escritor sem ler. É um vestíbulo que todo escritor tem de atravessar. Digo essa obviedade gigantesca porque a toda hora estou conversando com pessoas que querem ser escritores mas dizem que “não têm tempo para ler”, ou então folheio nas livrarias coisas escritas por pessoas que, na melhor das hipóteses, leem livros de receitas, guias de viagem e colunas sociais. Ler variadamente. Escrever literatura exige que se leia muita literatura, não somente no sentido de quantidade mas no de grande variedade. Romances contos, crônicas, poesias: se você lê com frequência e prazer todos esses gêneros, são maiores as chances de que consiga escrever bem cada um deles.”   (por Bráulio Tavares)  







Apresentação do Autor do Projeto Português sem Sofrimento

Diferença entre ESSE e ESTE / ISTO e ISSO

Português é difícil mesmo ?

Português sem Sofrimento

Diferença entre Mais e MAS 

Vídeo

Adquira o seu aqui!

E-book grátis

ENIGMA E CRASE

(pdf)

Baixar

USO dos porques- e-book grátis

Arquivos disponíveis em breve.

Baixar

Conteúdo do site

Aprende-se quando gosta se de quem ensina

Compreensão das características de cada aluno faz parte do trabalho de quem se propõe a ensinar 

A Inadequação à Norma Culta

O uso da Língua da Corte diante dos colonizados continua ainda hoje a minimizar a importância verbal daqueles que acompanham a evolução e se deixam variar linguisticamente

Cadeiras foram feitas para descansar

Num mundo globalizado, nem sempre é o aluno quem deveria estar sentado, ouvindo o que muitas vezes ele já tem ciência

O Português Vulgar

O que no passado linguístico distante era considerado vulgar hoje é chamado "vernáculo", isto é, o idioma de cada país, cidade, aldeia. A língua muda e se desenvolve o tempo todo, acompanhando a cultura.

Doses Homeopáticas de Conteúdo: Eis a solução

A quantidade de informações que cada parte da gramática possui não é algo para ser absorvido em doses cavalares. Diante de um idioma tão rico e complexo como a Língua Portuguesa, faz-se necessário que se compreenda seu funcionamento paulatinamente.

Veja um exemplo de como pode ser simples o aprendizado

Baixe grátis o arquivo em PDF acima disponível com o tíulo Enigma e Crase.     

Entre em contato

Ligue para nós

Ou melhor, venha nos visitar.

Nossos clientes são importantes para nós. Ficaríamos contentes em receber a sua visita durante nosso horário comercial.

Português sem Sofrimento

Rua São Francisco Xavier 487, Maracanã - Rio deJaneiro - RJ.

(21)22644177 - (21) 21353970 - (21)989339491

Horas

Segunda a sexta: 9 às 20:00 h.

Sábado: com horário marcado

Domingo: fechado